Arquivo da tag: escolha

escolha

Smart Band – ONME – Pulseira inteligente

smart band onmeApesar de ser uma pulseira pequena e leve, com apenas 20 gramas, a smart band ONME TCD1 tem diversas funções que muitos relógios não tem. Ela é uma pulseira discreta e em alguns momentos esqueço que ela está no pulso.

Por volta de 1 mês estou usando a ONME diariamente, inclusive nos treinos, além de monitorar a atividade física e qualidade do sono ela também tem notificações de chamadas através de leves vibrações no pulso.

As mensagens de what’s up, skype, email entre outros são exibidas na smart band e a notificação é uma breve vibração no pulso onde é possível checar um resumo da última mensagem no visor.

O interessante dessa funcionalidade é saber quais mensagens foram recebidas sem tocar no celular que está no bolso na bolsa em cima da mesa e etc….

Outro recurso interessante são os avisos de ociosidade, onde ela monitora o tempo programado na ONME para avisá-lo que está muito tempo parado e assim ela vibrará para informar que está na hora de se movimentar.smart band onme configuracao

A cada toque no visor da ONME é exibido uma informação, por exemplo: primeiro toque é exibido o relógio, próximo toque é exibido a quantidade de passos, mais um toque é exibido a quantidade de calorias queimadas e pressionando o visor por 3 segundos você tem acesso a um cronometro que exibirá no fim da cronometragem um resumo da atividade em passos medidos e calorias queimadas. Conforme o movimento do pulso o relógio é exibido sem tocar no visor.

A ONME não é totalmente a prova d’água, isto é, ela resiste a respingos de água. É composta de termoplástico, silicone e metal e tem 5 opções de cores.

No quesito duração da bateria foi uma surpresa, apesar do tamanho da Smart Band ONME, a bateria tem uma duração de 5 a 6 dias com todas as funcionalidades ativas. Através de um acelerômetro ela é capaz de medir seus passos e movimentos durante o dia e durante o sono mantendo a monitoração diária das suas atividades.

Principais funcionalidades:smart band onme configuracao1
  • Identificador de chamadas
  • Exibição de SMS
  • Notificação de mensagens
  • Monitoramento de atividade
  • Monitoramento do sono
  • Calorias queimadas
  • Alerta de inatividade
  • Relógio e despertador silencioso
  • Sincronização (Bluetooth 4.0)
  • Resistente à água (IP65)
  • Toque de tela
  • Bateria de longa duração

Diversas configurações da smart band são configuráveis através do app ONME que você deve baixar no seu smartphone, o primeiro passo é carregar a smart band por 2 horas e em seguida sincronizar o APP com a smart band via blue thooth e cutomiza-la de acordo com suas preferencias, tais como:

  • Sincronização do relógio (esta configuração é automática na primeira vez que a smart band conecta ao APP no seu celular)
  • Objetivo de passos diários
  • Aviso de inatividade / ocioso
  • Ajuste do horário do sono
  • Alarmes
  • Posição do visor (horizontal ou vertical)
  • Entre outros

A smart band ONME sincroniza todas atividades no APP onde é possível acompanhar suas metas e resultado nos gráficos diários, semanais e mensais de suas atividades diárias e durante o sono.

Com exceção de não ter o monitoramento cardíaco, na minha opinião a smart band ONME me ajuda a melhorar meu dia a dia. Devido ao tipo do meu trabalho, sentado em um escritório com reuniões diárias ela me ajuda a manter meu dia fisicamente ativo, avisando quando devo me levantar e caminhar um pouco.

Também me motiva a buscar minha meta de passos diários, estou deixando de pegar elevadores e usando escadas para cumprir minha meta diária e além disso me ajuda a organizar meu dia com alarmes e notificações que posso acompanhar na pulseira e para concluir o preço é bem acessível comparado com a quantidade de recursos que ela oferece. Vale muito a pena!!

Veja alguns exemplos de configurações e funções do APP ONME:

Top para corrida – Como fazer em um minuto?

top para corrida como fazerExistem muitos tipos e marcas de top para corrida, mas este é totalmente inusitado e você mesmo pode fazer, talvez em alguma situação inesperada, por curiosidade e até mesmo para usa-lo em treinos, o importante é saber que é possível fazer um top para corrida e usar essa dica na hora certa.

Algumas vezes precisamos usar a criatividade e aí aparece aquela ideia estranha! Quem vai para a gaveta de roupas íntimas com uma tesoura na mão e volta com um top para corrida na outra? A necessidade cria oportunidades e o resultado é um top para corrida sem costuras e feito em apenas alguns minutos.

Vamos lá, tudo que você precisa é um par de cuecas (de preferência limpas ou novas) e uma tesoura. Escolha cuecas com o cós firme de cores e tonalidades diferenciadas. Certamente esse top poderá ser usado para treinos e esportes leves ou até mesmo na academia, recomendo usa-lo para corridas curtas. Para corridas longas e treinos intensos, veja o artigo para escolher o top para corrida mais adequado.

Aqui está o vídeo …aproveite é simples e rápido, nunca se sabe quando será necessário usar essa dica.

Tênis Fila Kenya Racer 2.0 – Na Pista

tenis filaO Tênis Fila Kenya Racer 2.0 é a novidade da Fila em tênis para provas e alto desempenho, foi desenvolvido e testado pela Fila do Brasil seguindo as sugestões dos quenianos. Suas primeiras impressões e novidades tecnológicas estão aqui.

Ele foi criado e desenvolvido em uma nova plataforma de corrida de alto desempenho chamado de “Kenya Racer Pro” é indicado para atletas amadores e profissionais com pisada neutra. A seguir, descrevo minha avaliação e opinião sobre o que achei do tênis durante o uso nos treinos e corridas.

Recebi o tênis Fila no dia 14/09/2014, estava ansioso para começar a usa-lo, porém estava me recuperando de uma tendinite patelar e foi necessário esperar a recuperação total. Comecei a treinar com o novo Tênis Fila no dia 11/10/2014 com um treino leve alternando grama e pista de cascalho. Minha percepção durante o primeiro treino usando o tênis Fila foi positiva, sem instabilidades ou desconfortos.

Após 2 meses, já se foram 10 treinos em pista de cascalho, grama, asfalto e cimento. Duas corridas, Maratona de São Paulo 10 Km e Sargento Gonzaguinha 15 Km, totalizando 80 km usando o novo tênis Fila.

Avaliação

Achei o calce do tênis excelente, o pé não fica solto e não sinto o cabedal apertando o dorso do pé (peito do pé). O pé fica justo e o calcanhar fixo, sem instabilidades. A lingueta também fica no lugar, durante treinos e provas.

tenis fila meia pequena grandeDurante as corridas tenho o costume de jogar a água que não bebo nas pernas e corpo para refrescar, geralmente meus tênis ficam encharcados,  com o Fila não foi diferente, mesmo encharcado  não houve nenhum tipo de irritação ou instabilidades.

Senti desconforto durante um treino que usei uma meia um pouco mais curta e pequena do que geralmente uso, isso causou um atrito do colarinho do tênis com a parte posterior do pé, provocando uma pequena bolha na parte posterior do pé acima do calcanhar.

Acredito que a bolha apareceu por causa da meia, após trocar a meia por uma mais adequada e cano mais longo, usei o tênis normalmente sem atritos no calcanhar.

Outro detalhe, enviou nosso amigo Ariosto do Instagram @correcomigo que usa o tênis Fila Kenya Racer nos seus treinos de tiros e longos, no máximo até 20 Km. O Tênis está com 250 Km rodados e já apresenta descostura da tela de gáspea, rente a ponta do pé, nada que desabone o tênis. Ele garante que gostou muito do tênis e continuará usando até estourar de vez.

 Conclusão

Por enquanto, o Tênis Fila Kenya Racer 2.0 apresenta-se ideal para atletas amadores e profissionais em treinos e provas até 15 Km, com certeza continuarei usando mas ficarei observando se os quenianos e outros atletas usarão o novo Tênis Fila em outras provas de longa distancia para comprovar a resistência e qualidade do tênis.

Quando trocar o tênis de corrida?

quando trocar o tênis de corrida

Uma das duvidas dos atletas de corrida de rua é saber quando trocar o tênis de corrida. Eu sei, é difícil aposentar o velho companheiro que pegou chuva, sol escaldante, poeira, fumaça e outros desafios que passaram juntos, mas o tênis tem um limite de uso e precisamos saber qual é a hora de aposenta-lo.

Saber quando trocar o tênis de corrida ajudará a prevenir dores nas pernas e lesões, pois a degradação do amortecimento, a absorção de impacto, estabilidade e elasticidade são reduzidas conforme o tempo de uso. As condições climáticas e ambientais no qual o tênis foi submetido (água, sol, temperatura) também contribuem para a degradação.

Os tênis ainda não tem um indicador mágico que mostre qual é a hora de troca-lo (seria ótimo se existisse isso), a maioria dos fabricantes, indicam que o tênis pode ser usado entre 600 a 700 quilômetros em corridas, no entanto o uso casual do tênis no dia a dia pode comprometer a proteção do tênis para o atleta.

Seria bem bacana se os APP’s  para corrida (Runkeeper, Endomondo, Nike + Running, Garmin Connect, Strava) tivessem uma opção para incluir o tênis que foi usado nos treinos ou corridas, eles também poderiam incluir um alarme no APP avisando ao atleta que a vida útil do tênis está chegando ao fim.

Como ainda não tem essa opção nos APP’s, vamos ao tradicional, marque em uma planilha qual foi a data de compra do tênis, quando começou a usa-lo, datas de treinos e corridas que ele foi usado. Outra dica é marcar as datas nos APP’s de corrida que a maioria dos atletas usam, talvez em algum campo de observação, com toda quilometragem contabilizada, fica fácil fazer um levantamento de quantos quilômetros já foram percorridos com o tênis.

Para os atletas que não querem marcar na planilha os treinos e corridas em que o tênis foi usado, fizemos uma tabela onde o atleta poderá prever o tempo de troca do tênis de acordo com o perfil de treinamento e corrida do atleta, com a tabela é só saber qual foi a data de compra do tênis e fazer uma previsão de troca de acordo com o perfil de treinos e provas semanais.

tabela quando trocar o tenis de corrida

Quando decidir troca-lo, consulte sempre as dicas para escolher o tênis certo.

O que fazer com o tênis usado?

Lembre-se, a troca do tênis é preventiva, alguns tênis dependendo do seu uso, podem durar  mais do que foi sugerido pelo fabricante, então, porque não doa-lo?

O projeto “Seu Tênis não pode parar” fundado por Joaquim Cruz, medalha de ouro nos jogos olímpicos de 1984, e a Corpore Brasil aceitam doações  dos tênis velhos,  eles fazem uma avaliação e doam para atletas iniciantes que não tem recursos financeiros para comprar tênis novos, neste caso vale a pena saber que o seu velho companheiro vai continuar correndo e ajudando outro atleta, talvez até se cruzem em alguma prova!!!

Last updated by at .