Arquivos da categoria: Corrida de Rua

Corrida de rua artigos em geral sobre provas e dicas para corrida de rua

Calendário XTerra Brasil – Etapas inéditas

etapas xterraXTERRA divulga calendário 2018 com etapas inéditas

Nova temporada do maior festival off-road do mundo será aberta em Costa Verde, finalizada em Paraty e passará por Ilha do Mel e Nova Lima pela primeira vez

A 14° temporada do XTERRA Brazil Tour já tem o calendário definido para 2018. As datas foram estrategicamente pensadas e escolhidas para atender as necessidades dos atletas amadores e profissionais. Ao todo são 10 edições, com as clássicas e sempre pedidas pelos fãs do festival, além de locais inéditos com cenários sempre deslumbrantes e terrenos inóspitos, que tornam os desafios ainda maiores.

A primeira parada do XTERRA será na região de Costa Verde, no Rio de Janeiro, nos dias 10 e 11 de março. Em seguida, os amantes da arquitetura colonial terão novamente a oportunidade de participar do XTERRA Camp Ouro Preto, em 28 e 29 de abril. A etapa mais importante, como de praxe, é realizada em Ilhabela, no mês de maio e nomeada XTERRA Brazil, pois é qualificatória para o mundial disputado no Havaí, em novembro. A primeira novidade fica para julho, quando nos dias 21 e 22 acontece o XTERRA Lagoa dos Ingleses, em Nova Lima, Minas Gerais. Ainda em Minas, no final de setembro, teremos uma das edições mais queridas pelos atletas, o XTERRA Estrada Real, em Tiradentes. Em novembro mais um inediti

Xterra etapa kids
Xterra etapa kids

smo, a bela Ilha do Mel, no estado do Paraná, será sede do XTERRA Camp Ilha do Mel e a turnê se encerra novamente na região litorânea do Rio de Janeiro, na tropical Paraty, em 01 e 02 de dezembro.

Para Wanise Plischke, gerente do XTERRA no Brasil, o ano tem tudo para ser proveitoso. “Estamos animados e muito confiantes com o XTERRA em 2018A marca tem prestígio mundial e cresce cada vez mais em nosso país, que tem uma infinidade de lugares a serem explorados. Pensando isso, optamos por realizar provas na Lagoa dos Ingleses, por exemplo, que é um pico tradicionalíssimo na prática de esportes off-road e é muito próximo de Belo Horizonte. A Ilha do Mel tem as praias mais lindas do Paraná e não poderíamos deixar aquele visual não fazer parte da vida de nossos atletas. O percurso promete ser sensacional e participar do XTERRA é sempre uma experiência única. Até para quem não tem o hábito de correr, pedalar ou nadar dá para se divertir em família e intensamente”, afirma.

XTERRA é apresentado pelo SESI e possui provas de Trail RunTriathlonDuathlonSwim ChallengeMTB, e Corrida Kids. Mais informações e inscrições aqui no site oficial  do Xterra.

Calendário XTERRA Brazil Tour 2018:

XTERRA Costa Verde – Mangaratiba, RJ – Data: 10 e 11 de março

XTERRA Camp Ouro Preto – Ouro Preto, MG – Data: 28 e 29 de abril

XTERRA Brazil – Ilhabela, SP (etapa mundial) – Data: 12 e 13 de maio

XTERRA Camp Praia do Forte – Mata do São João, BA – Data: 09 e 10 de junho

XTERRA Lagoa dos Ingleses – Nova Lima, MG – Data: 21 e 22 de julho

XTERRA Ilhabela – Ilhabela, SP – Data: 18 e 19 de agosto

XTERRA Estrada Real – Tiradentes, MG – Data: 29 e 30 de setembro

XTERRA Camp Praia do Rosa – Imbituba, SC – Data: 20 e 21 de outubro

XTERRA Camp Ilha do Mel – Ilha do Mel, PR – Data: 10 e 11 de novembro

XTERRA Paraty – Paraty, RJ – Data:  01 e 02 de dezembro

 Sobre o XTERRA

XTERRA nasceu em 1996, no Havaí, criado pelo então atleta Tom Kiely, como a primeira prova de triathlon off-road do mundo. A partir de então, se internacionalizou e hoje está presente em mais de 40 países na Ásia, América, Europa e África. No Brasil, o começou em Ilhabela (SP), em 2005, apenas com a modalidade de triathlon, com aproximadamente 300 participantes.

Xterra etapa Paraty
Xterra etapa Paraty

Uma das etapas do circuito no Brasil é escolhida para ser classificatória para o XTERRA World Championship, que acontece na Ilha de Maui, no Havaí e reúne os melhores atletas do mundo. Chamada de XTERRA Brazil, a edição mundial geralmente é em Ilhabela e é válida pelo XTERRA Pam Am Tour, distribuindo assim, 50 vagas para os melhores triatletas por faixa etária, masculino e feminino, além dos profissionais, para a grande final com a nata do triathlon off-road mundial. 800 competidores de 32 países disputam, em um dia único, a primeira colocação geral em um percurso extremamente desafiador no terreno vulcânico do arquipélago norte-americano.

Mark Zuckerberg desafia você a correr

marck zuckerberg desafio correr
O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou segunda-feira mais um de seus desafios para 2016.
Ao contrário do ano passado, quando ele convidou toda a comunidade do Facebook para passar o tempo lendo, desta vez escolheu uma atividade física para unir a comunidade do Facebook de forma saudável.
A Year of Running (um ano correndo) desafia os usuários da rede social para correr 365 milhas (587.4 km) por ano, segundo compartilhou Zuckerberg em sua página no Facebook.
“É muita corrida, mas não é uma quantidade grande. É uma milha ao dia (1.6 kilometros), em um ritmo moderado são menos de 10 minutos por dia”, disse o criador do Facebook.
A página A Year of Running foi criada especialmente para os corredores, incluindo Zuckerberg,  para narrar suas experiências no mundo da corrida.
Aproveite, veja as dicas para começar a correr e junte-se a esse desafio.
zuckerberg desafia voce
Fonte: CNN

Volta de Aracaju 2015 – Novo percurso

volta de aracajuA volta de Aracaju já é uma das provas de corrida de rua mais importantes e aguardadas em Sergipe, em sua 7ª edição teve número recorde de inscrições com mais de 2500 inscritos. Ela ocorre para comemorar o aniversário da TV Sergipe, que sempre apoia provas e eventos esportivos de corrida de rua no estado.

No dia 15 de novembro, dia tradicional da prova, aconteceu mais uma volta de Aracaju com mais de 2500 atletas que tiveram o privilégio de estrear o novo percurso na charmosa orla do Atalaia, cartão postal da cidade, zonal sul da cidade. Com certeza um cenário mais bonito e agradável para correr do que o trajeto anterior no centro da cidade de Aracaju.

A Volta de Aracaju está dividida em 2 percursos, 5 e 10 quilômetros. A largada é no farol da Orlinha, com trajeto plano e reto no asfalto, sem muitas sombras, entretanto a hidratação durante a prova está presente a cada 2 km em ambos trajetos. O retorno do percurso de 5km é em frente ao corpo de bombeiros, já o retorno do percurso de 10km é na região do “Banho doce”, perto do parque dos coqueiros, a chegada de ambos percursos é no farol da Orlinha.

A largada da volta de Aracaju é as 7:00, mesmo assim o sol já mostra sua força, prepare-se para enfrenta-lo durante o trajeto, o clima é quente predominante do Nordeste, então é sempre bom lembrar que a prevenção é sempre o melhor remédio, use protetor solar e hidratação antes, durante e depois da prova.

Por ser um percurso na orla, o vento que vem do mar sopra forte, dependendo do dia é um item de resistência e superação aos atletas que pode alterar os resultados finais, no entanto o percurso e a animação dos atletas compensam o esforço.

Pensando em ir para Aracaju nas férias ou participar da volta de Aracaju? Veja como foi a volta de Aracaju em 2015 no vídeo abaixo e conheça mais alguns detalhes da prova e da charmosa orla do Atalaia.

9 dicas para correr subidas e descidas

dicas para correrSubidas e descidas em provas de corrida de rua e montanhas é um estimulo a parte, a exemplo da São Silvestre na famosa Brigadeiro Luiz Antonio e da Volta ao Cristo, com seus  4 km de subidas e ladeiras com 2km de descidas, é aquela parte da prova desafiante que para correr melhor e sentir menos dependerá da técnica, postura e estratégia adotada no percurso.

A descida parece simples, mas não é! Para correr melhor na descida também existe algumas técnicas importantes para evitar lesões e previnir acidentes.

Vamos as dicas para correr do triatleta Guilherme Guido V. Palma:

1. O problema
A subida cansa. A descida machuca. Musculação nas pernas é fundamental para ambas. Com treino específico, é possível render mais e evitar lesões.

2. Dica universal
Passada curta e corpo inclinado para a frente na subida. Na descida, alargue a passada e “flutue”. O impacto na descida é maior quando se trava o movimento. Segurar a descida em nome da segurança: sim. Travar: não. O ideal é tentar descer sem “chapar” o pé no solo, tocar levemente o calcanhar no chão e aproveitar a parte da frente do tênis como uma mola.

3. Treine
Sofrer menos é questão de treino. Inclua uma ou duas sessões de subidas na planilha da semana. O corpo acostumará com o esforço e, no dia da prova, a piramba virará rampinha.

4. Economia
Na subida, evite jogar o pé para trás. É energia jogada fora. Quem consegue usar o primeiro terço do pé para subir aproveita melhor a impulsão.

5. Olha o braço
Os corredores só se lembram das pernas, mas os braços são fundamentais para a corrida eficiente. Na subida, como um pêndulo, eles devem acompanhar o movimento e passar na altura da cintura. Na descida, servem mais para manter o equilíbrio e acertar o centro de gravidade do corpo.

6. Como um cavalo
Muitos seguram a respiração na subida. Erro crasso. O corpo precisa de mais oxigênio. Para se lembrar disso, respire forte, como um cavalo.

7. Balão de ar
No fim de uma subida, nosso instinto é reduzir para retomar o fôlego. Não é necessário. A própria entrada no plano já dará a sensação de um terceiro pulmão. Não reduza o ritmo, que você receberá em segundos um balão de oxigênio. E retome as passadas na amplitude normal.

8. Pense
Sempre, antes de começar a subida ou descida, defina a estratégia. Se estiver no início de prova, dose a força na subida. Se for para descer forte, execute o que pensou. Tentar travar no meio do caminho pode render um belo tombo.

9. Sem derrapar
O tênis é como um pneu. Em uma descida, a virada brusca costuma terminar em acidente.”

Dicas de Guilherme Guido Valente Palma e José Virginio

Last updated by at .